Testemunho

“Quando pensamos em fazer uma terapia ou buscamos um aconselhamento a questão que permeia nossos pensamentos é: Como resolver esta situação? E como resposta imediata pensamos: A outra pessoa precisa mudar e fazer o que eu quero! Era exatamente assim que estava numa noite sozinha em casa quando meu marido tinha ido num churrasco com uns amigos. Isso para mim era um absurdo. Como ele conseguia ficar bem sabendo que eu estava triste. E de alguma forma queria que ele também ficasse triste, mas eu não entendia que eu tinha culpa daquela situação. Entre lágrimas e no desespero de ver como única solução a separação, afinal ele não me merecia. Eu acessei a internet com a pergunta: Como salvar meu casamento? E me deparei com os vídeos de aconselhamento da Cris. Logo no primeiro já fui colocada no meu lugar de esposa, companheira e não uma ditadora de regras, imatura e chata. Pude pela primeira vez ver como meu marido se sentia e como ele não tinha motivos para ficar em casa, o quanto ele não se sentia bem. Todas as pessoas gostam de estar bem e se eu quisesse conseguir ser feliz, eu tinha a missão de mudar primeiro o meu comportamento para então ter o retorno que eu mereço e espero. Foi incrível e quase mágico, pois assim que eu comecei as sessões com a Cris eu mudei e meu marido reagia positivamente e minha casa voltou a ser um lugar de paz. O processo não é fácil, requer muito amor e força de vontade. Conviver não é fácil. Requer inteligência, sabedoria e estratégia.”  R.S.